A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! Quando o Poder do Amor superar o Amor pelo Poder, o mundo conhecerá a Paz; Jimi Hendrix. Na verdade somos todos UM!

10
Jun 19

 ALIANÇA ANGLO-AMERICANA CONCRETIZADA PELA VISITA DE TRUMP AO REINO UNIDO LEVARÁ À REVERSÃO DA TENDÊNCIA FASCISTA PÓS-11/9.

Relatório completo de Benjamin Fulford,

10 de junho de 2019. 

Tradução: Candido Pedro Jorge

 
 
 .
 
 
 
 

 
 
A visita do Presidente dos EUA, Donald Trump ao Reino Unido, na semana passada, curou as brigas na aliança anglo americana e fará com que o golpe fascista pós 11 de Setembro, no ocidente, seja revertido, segundo fontes do Pentágono e da Família Real britânica. “A visita à Grã-Bretanha foi relevante como uma entente cordiale no eixo anglo-americano e todas as questões atuais, das quais, todos já estão cientes. O Brexit é um grande negócio. Diria que a viagem foi um sucesso e que os laços entre os dois países, agora, são mais fortes”, foi como um membro da realeza britânica resumiu. 
 
Isso significa que existe uma divisão entre os anglo-americanos e os aristocratas fascistas nazistas europeus por trás do Grupo Bilderberg. Um relatório semioficial de um participante do Grupo Bilderberg confirma que há uma grande divisão entre a facção europeia, liderada pela Alemanha e os anglos, bem como os italianos.
 
Por sua vez, fontes da Inteligência francesa, dizem ter encontrado provas de que as recentes eleições parlamentares da UE foram manipuladas pela facção alemã. Elas apontam para artigos que anunciaram com precisão os resultados das eleições que apareceram antes das eleições. A batalha para libertar a França continua, dizem as fontes.
 
Enquanto isso, denunciantes holandeses têm divulgado informações condenatórias sobre a fundação Bilderberg pela nazista Família Real Holandesa e sua conexão com a facção fascista americana Rockefeller (Clinton), Bush etc. Entre outras coisas, eles relatam que durante a Segunda Guerra Mundial, a Boeing fabricou bombardeiros e os enviou para a Alemanha para bombardear os americanos.
 
Agora, isso é importante, porque temos um veterano de 30 anos da Boeing, Patrick Shanahan, como “Secretário de Defesa Interino” dos Estados Unidos, quando todos os veteranos militares genuínos deixaram o governo Trump no começo deste ano.
 
Fontes do Pentágono estão nos dizendo que “o súbito colapso de 26 postes telefônicos ao longo da via principal que atende às instalações da Boeing em Seattle, na East Marginal Way”, na semana passada, “não foi uma coincidência”.
 
“Esta foi uma mensagem dos chapéus  brancos para a Boeing cessar e desistir do uso da tecnologia de controle remoto em seus aviões, usados em seus ‘acidentes aéreos’, bem como em outras tecnologias belicistas/crimes de guerra/guerra tecnológica  (que possam usar 5G ), tanto públicos como secretos”, afirmam as fontes.
 
Agora, também, há mais sinais de que um grande evento financeiro, provavelmente maior do que o choque do Lehman, está sendo preparado para acabar com o Federal Reserve Board e a facção nazista da máfia khazariana.
 
Isso significa que as “plataformas de negociação” criadas pelo Bilderberger Henry Kissinger para a família Rockefeller, depois que os EUA abandonaram o padrão ouro, em 1971, foram fechadas e substituídas por uma cesta de moedas negociadas, dentro de uma faixa relativa ao preço do ouro. Isso pode ser confirmado, olhando para um gráfico de movimentos da moeda desde 2012, quando o mandato de 100 anos do Federal Reserve expirou. Isto, combinado com o bombeio maciço de dinheiro para os mercados de ações, levou à relativa estabilidade financeira.
 
No entanto, como o Presidente da Rússia, Vladimir Putin, noticiou na semana passada, após se encontrar com o presidente chinês, Xi Jinping, “a política de flexibilização quantitativa e outras medidas tomadas depois do Lehman não resolveram os problemas em essência, apenas os empurraram para o futuro”.
 
Esse futuro pode ter chegado. Os participantes do mercado estão apostando num enorme choque sísmico no sistema financeiro. O gráfico abaixo, mostra como o comércio global entrou em colapso de uma maneira idêntica ao que aconteceu no momento do choque do Lehman. A propósito, encontramos uma tentativa sistemática de censurar este gráfico da Internet em inglês e tivemos que ir a um site chinês para realocá-lo.
 
 
 
Outro gráfico que indica que algo enorme está chegando é um outro mostrando como as taxas de juros de longo prazo nos mercados de eurodólares estão ainda mais abaixo das taxas de curto prazo do que eram imediatamente anteriores ao Lehman. Isso acontece porque os investidores acham que algo grande está prestes a acontecer e tentam garantir um dinheiro estável e de longo prazo antes que seja tarde demais.
 
Os ministros das Finanças do G20 que se reuniram neste fim de semana no Japão, não ajudaram a diminuir os abalos do mercado, quando divulgaram uma declaração que dizia que: “os riscos continuam inclinados para baixo” e que “as tensões comerciais e geopolíticas se intensificaram”. Como os comunicados oficiais do G20 costumam ser brandos e vagos, isso é algo radical.
 
Perguntamos as nossas fontes da Família Real Britânica, do Pentágono, da CIA e a outras sobre o que poderia ser esse choque, todavia, enfrentamos um embargo de notícias muito completo. O agente da realeza britânica sugeriu que nada aconteceria antes de Setembro.
 
O fato da maioria das tarifas norte-americanas sobre a China e as sanções contra a Huawei e outras empresas chinesas não entrarem em vigor até Setembro, também, sugere que algum tipo de acordo que mudará o mundo, será negociado entre agora e até então.
 
Existem alguns sinais do que possa estar envolvido neste acordo. Fontes do Ministério das Finanças da China dizem que a China se ofereceu para ajudar a reconstruir a infraestrutura doméstica norte-americana e reintegrar a fabricação dos EUA em cadeias globais. Enquanto isso, fontes do Pentágono afirmam que estão prontas para cortar o lixo do complexo industrial militar e pagar pela reconstrução da economia americana com uma alta tecnologia que mantêm em segredo.
 
A outra grande questão que será trabalhada nos próximos meses, diz respeito aos gigantes da alta tecnologia como Facebook, Google, Amazon e Apple. Como visto no link a seguir, o G20 já concordou em forçá-los a pagar impostos:
 
No entanto, a questão real que precisa ser abordada é a censura e a falsa informação que está proliferando, graças a esses oligopólios de alta tecnologia. Por exemplo, percebemos que todas as fotografias que pudemos encontrar na internet do rei Salman foram substituídas por fotografias de seu novo e jovem dublê de corpo. Lembro claramente, assim como meus colegas, que este artigo abaixo, falando sobre como o rei Salman ser tão senil e não conseguir lembrar o que aconteceu há um minuto atrás, tinha uma foto de um rei muito idoso e de aparência decrépita. Essa foto foi substituída.
 
Jornais e meios de comunicação tradicionais que realmente têm repórteres no mundo real, relatando eventos reais, também estão dizendo que esses oligopólios de alta tecnologia estão colocando-os fora dos negócios. Apesar de as receitas de assinatura estarem aumentando, o roubo de alta tecnologia reduziu sua receita de anúncios para US $ 16 bilhões em 2017, de cerca de US $ 50 bilhões em 2006. Isso os forçou a reduzir os funcionários das redações de 74.000 para 39.000 no mesmo período. Durante anos, este boletim, também, sofreu com a pirataria do Google, a censura do Facebook, etc.
 
Agora, esses oligopólios começaram a fechar milhares de canais de notícias independentes em nome do “combate ao discurso de ódio”, quando, muitas vezes pode ser mostrado que isso é pura censura.
 
Por exemplo, nesta manhã, quando clicamos num link de Jimstonefreelance.com para um artigo no The New York Post sobre o assassinato do irmão de Hillary Clinton, recebemos uma mensagem dizendo que o link havia sido censurado. Agora apenas diz: “não pode ser encontrado”.
 
Essa intensificação da censura pelos gigantes da Internet, coincide com uma nova campanha de assassinatos. Fontes do Pentágono dizem que Hillary Clinton assassinou seu irmão Tony Rodham para silenciá-lo. Além disso, o Vice-Chefe da Polícia de Nova York, Steven Silks e o veterano detetive Joe Calabrese, na semana passada, foram mortos porque  possuíam cópias do vídeo de Hillary Clinton e Huma Abedin torturando e assassinando uma menina, dizem as fontes. Também foi assassinada a ex-Senadora do Estado do Arkansas, Linda Collins-Smith. Smith estava trabalhando com um membro do Departamento de Segurança Interna para expor US $ 27 milhões, retirados de Serviços de Proteção à Criança pela Fundação Clinton, segundo fontes da loja maçônica P2 do Vaticano.
 
Recentemente, este escritor, também, recebeu ameaças de morte para si e sua família de nazistas khazarianos irritados com a exposição de seus crimes. No entanto, eles não serão capazes de matar sua saída da justiça neste momento. Há muitos de nós para matar e temos a verdade e a justiça, bem como as forças militares e especiais do nosso lado. O fato de que Clinton teve que ordenar a morte de seu próprio irmão mostra o quão perto os investigadores estão agora. As rodas da justiça se movem lentamente, mas produzem poeira.
 
Vamos concluir o nosso relatório desta semana com uma atualização da Indonésia. Os bancos e casas de penhores reabriram, depois de ficarem fechados por nove dias, para o alívio de todos, dizem fontes. No entanto, uma fonte da Sociedade Dragão Branco/White Dragon Society (SDB/WDS) que de lá, agora, reporta:
 
•Definitivamente, algo está se formando aqui com os resultados disputados das eleições presidenciais. 
 
•Meu contato informou que o Tribunal Constitucional da República da Indonésia (MK), deve emitir sua opinião em torno do dia 22 de Junho. Isso ainda não acabou. Ainda há algumas surpresas a serem jogadas. Parece que 17 milhões de votos ‘fantasmas’ foram confirmados por análises independentes em Java Central e Oriental. Todos a favor de Jokowi.
 
•O MK tem essa informação junto com a prova que os juízes sabem que é autêntica. Isso pode virar os resultados, e Prabowo acabar por ser o vencedor. Fui informado por Intel indonésia que o Tribunal Constitucional (MK) declarará que uma nova votação será realizada para a região Central e Leste de Java. Eles não podem ignorar os fatos concretos. A mudança está no nas asas do vento.
 
Isso faz parte da guerra por procuração entre os EUA e a China que, esperamos, seja resolvido em Setembro.
 

 
Agradecimentos a: 
 

 

 
Por favor, respeitem todos os créditos


Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.






Atualização diária.



 
 
 
Free counters!
geoglobe1
 
 
 
 
publicado por chamavioleta às 23:51

08
Jan 18

As cinco principais provas de que a ordem mundial mudou de uma vez por todas.

Edição e imagens: Thoth3126@protonmail.ch


 
 
 
Uma nova ordem mundial, claramente não dominada pelos Estados Unidos e seus (falsos) valores, está se desenvolvendo no palco internacional do planeta, consideram os especialistas Mike Allen e Jim VandeHei de um portal estadunidense, destacam os autores do artigo publicado no portal Axios“Estamos enfrentando um período de pelo menos cinco ou dez anos durante o qual haverá uma grande ausência de “liderança global”, e isso gerará muito mais conflitos”, acredita o especialista Ian Bremmer, citado no artigo.

 
Embora pareça hiperbólico, na verdade não é, pois várias correntes mundiais colocam a velha ordem geopolítica dominada pelos (Governo – Deep State – Oculto) Estados Unidos em risco, destacam os autores do artigo publicado no portal Axios. No texto, os especialistas enumeram as principais causas da chamada “recessão geopolítica”dos EUA.
 
Ascensão da China
A China se impõe de forma “evidente e sistemática” como uma nova e cada vez mais influente força global através dos seus acordos comerciais, investimentos e posições globais. Acima de tudo, a nação asiática está permanentemente crescendo, aponta Allen e VandeHei.

A saída dos EUA da Parceria Transpacífico, também referida como TPP, tratado de livre comércio entre diferentes países do Pacífico, deu à China “enormes perspectivas políticas e econômicas” na sua região.
 
Posições de Trump
Outra causa apontada no artigo é a posição do presidente dos EUA, Donald Trump, em relação aos compromissos internacionais dos EUA e os ataques do presidente contra as Nações Unidas e outras instituições que ajudaram a manter o mundo unido depois da Segunda Guerra Mundial.
 
Crise europeia
O crescente populismo que aflige a Alemanha, a França e o Reino Unido faz com que essas nações “enxerguem cada vez mais para dentro” de si mesmas e os seu problemas (como a imensa onda de imigrantes do Oriente Médio) e se afastem de uma “voz europeia unificada”.
“A influência da Europa está em evidente declínio”, assinalaram Allen e VandeHei.
 
Legitimidade do Ocidente
Os especialistas consideraram que, embora seja dada muita atenção e atribuída culpa a Trump, “grande parte dessas mudanças começou antes dele chegar” à Presidência dos EUA.
“A combinação de redes sociais, identidade política e notícias falsas resultou em menor legitimidade para a maioria, senão para todos os (corruptos e controlados) governos ocidentais”, escrevem os autores.
 
Quem preencherá a lacuna?
Em seu artigo, Allen e VandeHei destacam quais são as “potências ansiosas por preencher a lacuna à medida que os EUA se aposentarem”.
Os autores do artigo enfatizam que, em uma série de questões políticas, Trump assumiu posições que desqualificaram os Estados Unidos do debate ou tornaram o país irrelevante.
A China, por sua vez, assumiu o controle na luta contra as mudanças climáticas, uma cruzada global que os Estados Unidos costumavam liderar. Já a Rússia assumiu as negociações de paz no Oriente Médio, especialmente na crise da Síria, uma região que costumava ficar na zona de influência dos EUA.
Estamos enfrentando um período de pelo menos cinco ou dez anos durante o qual haverá uma grande ausência de “liderança global”, e isso gerará muito mais conflitos”, acredita o especialista Ian Bremmer, citado no artigo.
Os autores do texto afirmam que, apesar da recuperação atual das economias nacionais e globais, o ano que acabou de começar poderia trazer uma “crise transcendente” com “uma conflagração no Oriente Médio, um espetáculo terrorista ou um confronto feroz na península da Coreia ou no mar do Sul da China”.
 

 
Matrix (o SISTEMA de CONTROLE)
“A Matrix é um sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… As mesmas mentes pessoas que estamos tentando salvar.
 
Mas até que nós consigamos salvá-los, essas pessoas ainda serão parte desse sistema de controle e isso os transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle. E muitos deles estão tão habituados, tão desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você  para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …”
 

 
 
 
 
Permitida reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.
 


 
 
Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português: 
 




Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.






Atualização diária.



geoglobe1 esoterismo
Please do not change this code for a perfect fonctionality of your counter esoterismo
 
publicado por chamavioleta às 16:48

Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12


22
23
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO