A Luz está a revelar a Verdade, e a verdade libertar-nos-á! Quando o Poder do Amor superar o Amor pelo Poder, o mundo conhecerá a Paz; Jimi Hendrix. Na verdade somos todos UM!

08
Jan 18

 

Com que objetivo quer o Pentágono recolher amostras genéticas de cidadãos russos?

Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Fonte: https://br.sputniknews.com/
 
 
 
Com que objetivos quer o Pentágono recolher amostras genéticas de cidadãos russos? 

O analista e colaborador da Sputnik, Aleksandr Khrolenko, opinou que o pedido poderia estar relacionado com a criação, desenvolvimento, testes e preparação de armas biológicas para serem usadas contra a Rússia !!!!. A Convenção sobre as Armas Biológicas (Os EUA NÃO SÃO SIGNATÁRIOS) proíbe o desenvolvimento, produção e armazenamento de material biológico para fins bélicos. 
 
Recentemente, a Força Aérea dos EUA publicou um concurso para adquirir amostras de RNA procedentes da Rússia. Embora o contrato não revele o propósito do pedido, o analista Aleksandr Khrolenko duvida que o concurso tenha a ver com o interesse do Pentágono em proteger a saúde dos cidadãos russos.
Antes, A Força Aérea dos EUA expressou vontade de comprar 12 amostras de ácido ribonucleico e 27 membranas sinoviais de pessoas que vivem na Rússia.
gripe-aviária
O ácido ribonucleico (RNA) é o principal nucleotídeo que participa de forma ativa da formação de nossa informação genética. O líquido sinovial, por sua parte, é um fluido que se encontra nas articulações, composto essencialmente de plasma sanguíneo. Ambos permitem identificar com alta precisão os marcadores genéticos de uma determinada população.

O analista e colaborador da Sputnik, Aleksandr Khrolenko, opinou que o pedido poderia estar relacionado com desenvolvimento, testes e preparação de armas biológicas.
Uso potencial
A Convenção sobre as Armas Biológicas proíbe o desenvolvimento, produção e armazenamento de material biológico para fins bélicos. Desde sua entrada em vigor, no início da década de 1970, o protocolo da convenção foi assinado e ratificado pela maioria dos países do mundo.
No entanto, no ano de 2001, os EUA abandonaram unilateralmente o acordo, bloqueando os esforços da comunidade internacional nesta esfera. A entrada nos laboratórios biológicos norte-americanos é simplesmente proibida aos inspetores.
bacteria-virus
A Rússia, por sua vez, apelou repetidamente ao cumprimento do acordo internacional, solicitando que Washington garanta de modo adequado a segurança do programa biológico do Pentágono.

“O arsenal nuclear dos EUA é considerável. No entanto, mesmo um conflito nuclear limitado não é nada conveniente para o Pentágono, pois ‘terá efeito de ricochete’. Enquanto a guerra biológica é muito eficiente e não destrói a infraestrutura econômica”, explicou Khrolenko.
As armas biológicas são capazes de exterminar rápida e seletivamente as forças do potencial inimigo, afirmou o analista.
Testes de aplicação
Surtos das infeções mais perigosas aparecem com frequência na África e Ásia, mas o Pentágono se interessa cada vez mais pelos países ex-soviéticos, onde a situação epidemiológica continua sendo relativamente segura.
Assim, nos últimos anos, os EUA têm expandido sua rede de laboratórios biológicos em redor da Rússia. Países como a Ucrânia, a Geórgia, o Azerbaijão ou o Cazaquistão, não apenas cederam seus territórios para os experimentos do Pentágono, mas também ofereceram agentes biológicos que ainda são conservados como legado da União Soviética sob pretexto de garantir a segurança das antigas repúblicas soviéticas.
“Como os laboratórios biológicos são independentes do país anfitrião, o Pentágono pode realizar experimentos com vírus e bactérias perigosas quase sem controle”, frisa o analista.
chemtrail-fortdetrick
Pesquisadores do Exército dos EUA, do Instituto de Pesquisa Médica de Doenças Infecciosas (ou USAMRIID) trabalham em Fort Detrick, em Frederick, Maryland, têm reconstruído e modificado o vírus da gripe espanhola H1N1, tornando-o muito mais mortal do que alguma vez ele naturalmente já o tenha sido, quando foi naturalmente o responsável pela pandemia de gripe espanhola de 1918-1919, que matou mais de 20 milhões de pessoas no mundo inteiro e mais de 500 mil somente aqui nos EUA.
Basta apenas infectar uma única ave durante o período de migração para provocar epidemias como a que explodiu na Sibéria no verão de 2016. Naquele momento, o surto de carbúnculo, que afetou 24 pessoas, foi explicado como consequência do aquecimento global, mas “quem pode assegurar hoje que não se tratou de um ato premeditado?”, pergunta o analista.

“Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais”. Efésios 6:11,12

 
Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.


 
 
Por favor, respeitem todos os créditos

Arquivos deste escritor em português: 
 



  • http://achama.biz.ly/cgi-bin/blog/?tags=geneticas

Recomenda-se o discernimento.






Todos os artigos são da responsabilidade do respetivos autores ou editores.


Nenhum credo religioso ou político é defendido aqui.


Individualmete pode-se ser ajudado a encontrar a própria Verdade que é diferente a cada um de nós.






Atualização diária.



geoglobe1 esoterismo
Please do not change this code for a perfect fonctionality of your counter esoterismo
 
publicado por chamavioleta às 09:03

Março 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO